Dicas de SaúdeSaúde bucal infantil

Cárie de mamadeira: como evitar?

By 29 de julho de 2020 No Comments
uniodonto-paulista-carie-de-mamadeira-planos-odonto-kids

Os cuidados com a saúde se iniciam na boca, com a manutenção da higiene bucal. E esses cuidados devem ser feitos em todas as idades, seja nos idosos, adultos, jovens, crianças e até mesmo bebês. Para falar um pouco sobre estes últimos, destacaremos aqui um problema muito recorrente, que é a cárie de mamadeira.

Para inteirá-lo sobre o tema, falaremos tudo sobre o problema e o que você deve fazer para evitá-lo. Continue lendo e confira!

O que é cárie de mamadeira?

Esta cárie também é conhecida como cárie precoce da infância. Ela nada mais é do que uma deterioração do dente, que ocorre após o acúmulo de bactérias na região da boca. Essa deterioração ocorre devido à ingestão de líquidos açucarados, como leite, suco de fruta e outros.

Esse problema costuma ser mais comum em crianças e bebês que dormem com chupetas ou mamadeiras com soluções açucaradas, como mel. A partir do momento em que os açúcares da solução entram em contato com a boca, se inicia o processo de formação das cáries. O processo consiste na produção de ácidos e substâncias por bactérias. Estas substâncias acabam correndo o esmalte dos dentes, danificando a superfície a abrindo caminho para o interior do dente.

À noite, quando ocorre queda na produção de saliva, os riscos da formação de cárie aumentam.

Quais são os sintomas?

Assim como as cáries em adultos, as cáries de mamadeiras podem passar despercebidas por um longo tempo, até que se encontrem em um estágio avançado, em que é necessário realizar procedimentos mais incisivos para amenizar o problema de dor.

Contudo, pode ser que o bebê apresente dor e desconforto na região, e também pode apresentar inquietação ou falta de apetite. Mau hálito, inchaço na gengiva podem surgir e indicam que uma cárie de mamadeira pode estar presente na boca do bebê.

Como evitar?

Listaremos aqui as principais medidas que você deve tomar para evitar que o bebê desenvolva a cárie de mamadeira:

  •       Fornecer uma alimentação saudável para o bebê, evitando chupetas doces e oferecer líquidos açucarados em demasia, que além de prejudicar a saúde bucal, contribuem para outros problemas de saúde ao bebê;
  •       Incentivar o uso de copos assim que a criança completar 1 ano;
  •       Reduzir o açúcar na dieta da criança. Evitar doces e afins;
  •       Não permitir que o bebê beba em demasia líquidos açucarados, como refrigerantes e sucos de frutas, ainda que naturais;
  •       Fazer a higienização bucal do bebê, utilizando fio dental e limpando a gengiva do bebê com gaze.

Como tratar a cárie de mamadeira?

Antes, é necessário avaliar uma série de elementos, como o estágio da cárie de mamadeira, saúde da criança, idade, entre outros. Em casos iniciais, é importante aplicar produtos com flúor. Estes produtos podem reverter a situação e devolver a integridade dos dentes, sem maiores necessidades de intervenção.

Em casos mais avançados, é indicado um tratamento similar ao realizado em adultos, com extração ou canal, variando de acordo com a particularidade de cada caso.

Quais são os riscos que a cárie de mamadeira apresenta?

Um erro muito comum é acreditar que problemas nos dentes de leite não são graves, por serem dentes temporários. Contudo, os dentes de leite são a base da dentição permanente, que nascerá posteriormente. Portanto, eles devem ser bem cuidados e questões como as cáries devem ser resolvidas.

Portanto, não ignorar o problema da cárie de mamadeira é extremamente importante. Como cada caso apresenta suas próprias particularidades, é importante que você faça o acompanhamento com um profissional da área. Apenas assim você poderá escolher o tratamento mais indicado para a sua situação.

Gostou do que leu? Então conheça a Uniodonto Paulista e verifique nossos principais planos!

Clique abaixo e fale com a nossa equipe agora. Será um prazer lhe atender.

Fale conosco por WhatsApp