fbpx
Dicas de Saúde

Dor no dente, o que pode ser?

By 18 de novembro de 2021 No Comments

Já te aconteceu de repente, uma dor terrível no dente e não soube identificar o motivo? Sabemos que conviver com qualquer tipo de dor é impraticável, chegando até mesmo a interferir nos nossos afazeres. Há dores que apenas um profissional poderá identificar o motivo e solucionar. Uma dessas dores é a do dente.

Julgamos que devido a rotina do cotidiano, algumas pessoas preferem adiar a visita ao dentista e vão seguindo os dias, mesmo até quando surge um leve incômodo. O que muitos não sabem é que aquela sensibilidade que se sente ao tomar um sorvete, uma bebida quente ou comer doces, já é um sinal da nossa saúde bucal para a necessidade de visitar um dentista. Há ainda, quadros de dores no pescoço, articulação próxima ao ouvido ao mastigar e quando se deita. 

 

A dor no dente pode ter vários responsáveis, veja alguns:

Se tratando de saúde bucal, as dores podem aparecer devido a infecções, fraturas, problemas na gengiva ou raíz do dente. É importante portanto abrirmos o assunto para informar sobre a estrutura dental, isso porque, tornará a experiência de informação mais ilustrativa e eficaz. 

Começando pela coroa,  parte do dente que você consegue ver e que fica sob a gengiva mais perto do osso e é protegida pela gengiva. A polpa, que é renomada como nervo do dente, contém nervos, vasos sanguíneos e afeta sua percepção pois é responsável pela sensibilidade do dente. Dentina, sendo a parte da estrutura que envolve a polpa e também é responsável pela sensibilidade e localizada na parte de cima da polpa, tem o esmalte, que é encarregado de proteger a polpa. 

A gengiva também é uma estrutura para se ter atenção, pois quando ela ou o esmalte são afetados, podem expor a dentina, causando dor. 

 

3 hábitos que podem lhe causar dor no dente

 

1.Exagero na carga da sua mordida: Por muitas vezes de forma despercebida, é colocado pressão nos dentes,o bruxismo. O hábito também pode acontecer quando estamos dormindo e devido a essa força, ocorre o desgaste do esmalte e eventuais fraturas nos dentes. 

 

2.Escovar os dentes com muita força: É importante se atentar a quantidade de força que se aplica ao escovar os dentes e ainda a condição de sua escova de dentes. Desferir força exagerada nessa etapa da higiene bucal pode dar a falsa impressão de que a limpeza ocorre bem, o problema é que ao usar a força, a gengiva será empurrada e irá expor a sua parte sem esmalte, a raíz, dessa forma você na verdade, facilitará a entrada de bactérias que podem ocasionar a cárie

 

Da mesma forma  que usar a força excessiva, as condições da escova de dentes também  podem ser verdadeiras vilãs da limpeza e facilitadoras de futuras dores, isso porque caso elas estejam velhas ou com cerdas muito duras, ao escovar, por serem velhas haverá acúmulo de bactérias e pelas cerdas duras, poderá ocorrer a retração gengival, ambos os motivos, devem ser evitados por você, sempre deixando claro que é essencial o acompanhamento do seu dentista, inclusive para te indicar a melhor escova. 

 

3. Não escovar os dentes após todas as refeições: Esse motivo já é de conhecimento de todos, porém é sempre bom ressaltar que manter uma rotina de higiene bucal adequada, somente trará benefícios a você. Caso essa higienização não ocorra, as bactérias que permanecerão na superfície do dente, serão responsáveis pelo desgaste do esmalte do dente, podendo chegar à dentina, gerando sensibilidade a principalmente gelados. 

 

Existem outras causas que podem afetar você e recomendamos a visita regular ao dentista, dessa maneira, esse profissional será capaz de lhe fornecer um diagnóstico e o melhor tratamento. 

 

Não espere a dor agravar, entre em contato e agende com a Uniodonto uma consulta!

Veja também:
Planos individuais

Clique abaixo e fale com a nossa equipe agora. Será um prazer lhe atender.

Fale conosco por WhatsApp